Faça aplicações para o Facebook e venda para o mercado internacional

Com mais de 20 milhões de usuários o Facebook é o que simplificadamente pode ser chamado de “Orkut dos EUA”. Junto com o MySpace o site divide a preferência do público americano (com um estudo dizendo que o Facebook é o site dos “ricos” e MySpace o dos “pobres”)

Em maio o site lançou uma API de desenvolvimento que permite a empresas externas escrever suas próprias aplicações para interagir com a “plataforma Facebook“. A Amazon, por exemplo, criou um widget para que você coloque suas resenhas de livros direto na sua página do Facebook.

Eu sempre defendi a idéia de que empresas brasileiras de informática (e Internet em especial) não precisam ficar pensando só no mercado brasileiro (muitas vezes limitando-se a copiar modelos gringos) e essa plataforma é uma ótima maneira de explorar este mercado. Para o usuário do Facebook pouco importa onde a aplicação foi feita (desde que esteja em inglês correto, por favor!) e já existem até fundos de investimento especializados em bancar este tipo de aplicação.

Fica aqui a idéia para os candidatos a empreendedor internacional. E se fizerem sucesso por favor me contratem como conselheiro, hein?


:: Escrito por Cristiano Dias, dia 10 Jul 2007, 08:21, em Que negócio é esse?.

Um comentário

  1. Thássius

    Quando se fala em internet, pensar regionalmente é uma limitação que na maioria dos casos não precisa ser mantida. Vide o Wallpapr do Marco Gomes ou o Boo-Box.
    Mais recentemente surgiu o WeShow que, embora tenha três versões diferentes (EUA, BR, UK), poderia ser “conduzido” tranqüilamente somente do Brasil.

© 2000-2014 Cristiano Dias. Alguns direitos reservados. Só alguns, não se preocupe.
Based on a tbeseda & 5ThirtyOne design. doismidela primeraza
RSS