Confusão no AdSense

AdSense, para quem não está ligando o nome à pessoa, são aquelas caixinhas de publicidade que parecem empestear sites (e especialmente blogs) por aí. São feitos pelo Google e caíram no gosto da meninada por ser uma maneira razoavelmente simples de defender uns trocados. (mas tem gente abusando da minha paciência e da boa moral do design, mas isso fica para depois)

A confusão começou no início da semana com o Google informando aos associados brasileiros que foi proibido de mandar os cheques (em US$) pelo correio para o Brasil, por determinação da Receita Federal. (por vários motivos, entre eles tributários, é basicamente proibido mandar dinheiro pelo correio no Brasil)

Agora o Google lançou novas regras do programa dizendo que você não pode colocar outros anúncios no seu site que pareçam com os do Google. (há controvérsia se é numa mesma página ou num mesmo site) A desculpa é sempre a mesma: para proteger as criancinhas os consumidores.

Competitive Ads and Services In order to prevent user confusion, we do not permit Google ads or search boxes to be published on websites that also contain other ads or services formatted to use the same layout and colors as the Google ads or search boxes on that site. Although you may sell ads directly on your site, it is your responsibility to ensure these ads cannot be confused with Google ads.

Isso tira, de cara, os anunciantes da Yahoo! Publisher Network, concorrente direta do AdSense que (ainda?) não pegou no Brasil. No meu tempo a gente chamava isso de tática agressiva anti-concorrência.

Pelo visto o Google está virando “mais uma empresa grande e má” apesar do seu lema “não ser mau“.

13 thoughts on “Confusão no AdSense

  1. Eu entendo isso de outra maneira. Na verdade acho até certo. Ele não quer que o cara não tenha outras formas de publicidade…. ele só não quer que tenha outras publicidades IGUAIS.

    Por exemplo, se o anúncio do Yahoo tiver outro visual (outro estilo, outras cores) aí sim.

    O que eu acho é que o Google devia ter patenteado aquele estilo de propaganda, pra evitar esse tipo de coisa.

  2. Peraí, qual é o problema em ter um anúncio do AdSense em uma página e um anúncio parecido de outra empresa em OUTRA página? Para o usuário não faz a mínima diferença quem é a empresa que tá publicando o anúncio, mas sim o anúncio sem si. Se ele for clicar, não importa se é o AdSense ou o Seu Manoel’s Propagandas.

    O irônico é o “in order to prevent user confusion”. Não é o Google que pede para os webmasters mesclarem os anúncios no conteúdo, usando as mesmas cores e fontes.

    PS: patentear estilo de propaganda?

  3. Hum… essa regra sempre existiu… pelo menos desde que sou usuário do Adsense (agosto de 2006). Creio que os concorrentes também possuam regras parecidas. Um exemplo: o Submarino não permite uso de propagandas de concorrentes similares na mesma página que colocamos anúncios deles. O Yahoo! Publisher Network deve seguir a mesma premissa.

  4. O Google só quer defender o tipo de publicidade que ele popularizou. Não acho isso de toda a maldade, mas é normal que as concorrentes copiem a idéia (vide Yahoo). Pelo menos eles ainda não pediram exclusividade total de seus anúncios. Submarino e afins estão permitidos.

  5. Até aqui, me parece que o problema está nos layouts parecidos. Estou sujeito a mudar de opinião se alguém me der um argumento melhor, mas me parece legítimo eles estabelecerem esse tipo de regra. Anúncios deste tipo são caracterizados como anúncios google, para quem entende. Deve ter um monte de gente tentando imitar os caras e ganhar em cima do prestígio deles.

    Como eles vão fiscalizar não é problema nosso. Para americanos, as coisas funcionam diferente. Eles criam uma regra e, se pegam alguém desrespeitando punem. Simples. Não é necessário pegar todo mundo, mas sim criar a sensação de que as pessoas podem ser pegas.

  6. Vinícius, é claro que tem problema. O Google é uma empresa, o Manoel’s Propaganda é outra. Algumas pessoas confiam mais no google do que em outras empresas (eu por exemplo) e poderiam confundir anúncios iguais, indo parar em páginas que sabe-se lá o que pode ter.

    Eu não gostaria que a minha empresa fosse copiada dessa maneira e, certamente, você também não

    E sim, se você desrespeita as normas do AdWords, você é descontinuado do programa até corrigir o problema 😉

  7. Douglas, não entendi o “sabe se lá o que pode ter”. Vai ter um site de um anunciante, assim como no AdSense. Se esse anunciante é um site de qualidade ou não nem o Google pode garantir. Sinceramente não entendi o que vc quer dizer. E quem tem conhecimento suficiente pra saber o que é um AdSense (a minoria) e quiser ter certeza de que está clicando no lugar certo, é só olhar o “Ads by Goooooooooooogle” do lado.

    Quanto à outras empresas copiarem o formato do anúncio, não vejo nada demais. O negócio não é nada mais do que uma caixa com uns títulos de sites, as descrições e uma url. Só porque o Google popularizou o formato não significa que eles criaram muito menos que têm o direito de exigir exclusividade em algo tão genérico.

  8. Bom, eu perdi minhas ilusões perante o Google desde quando ele fechou negócio com a China… mas então, como é que vai ficar o pagamento do Adsense para os brazucas?

  9. Vinícius,

    Há relatos de anunciantes que fazem anúncios falsos em busca de clicadores assíduos. Eles compram anúncios falsos, com palavras-chave que não tem nada a ver com o destino do clique. Isso acontece no Google também, mas é muito mais comum em outros anunciantes, que não são tão rígidos.

    E aí o que acontece é que eu já vi anúncios redirecionando para páginas lotadas de vírus e spyware. Graças a Deus não uso IE, senão já tinha uns 500 pop-ups abrindo

    Agora imagina, eu nem percebi que não era do Google. Só vi porque voltei para conferir. E isso pode acontecer com qualquer um, mas se o anúncio fosse gritantemente diferente, talvez eu não tivesse clicado, ou eu tivesse conferido o link antes, através de minha barra de status…

    Tudo bem que você ache que a responsabilidade de escolha deve estar TODA no usuário, mas eu discordo.. cada um tem que buscar o seu formato de publicidade. Ainda mais que os outros fazem este formato SOMENTE para imitar o google… ou você acha que não? que eles simplesmente tiveram a mesma idéia? por que não anunciavam assim antes?

    Todo mundo quer pegar uma caroninha no sucesso do Google. É como aquela velha história do cara que ganha na mega-sena e todo mundo fica querendo pegar a sua fatia, até aquele cara que te zoava na quinta-série.

    Plagiar é errado, em qualquer situação! O dia que tiver gente ganhando dinheiro em cima de algo que você criou, aí você pensa melhor sobre o assunto

Comments are closed.