Até logo e obrigado pelos peixes

A revista Science publicou um artigo botando as cartas na mesa: se continuarmos tratando os oceanos do mesmo jeito o conceito de “pesca selvagem” só dura até 2048. Pesca descontrolada, poluição e outros fatores ambientais vão acabar com a comida vindo dos mares em mais ou menos 50 anos, a menos que áreas de preservação sejam criadas e respeitadas.

Quase 40% das espécies marinhas capturadas pelo homem entraram em colapso, ou seja, perderam cerca de 90% da sua população original. Apesar do aumento em número e tecnologia das frotas pesqueiras do mundo, a captura caiu 13% desde que alcançou seu máximo histórico em 1994.

O ser humano continua tratando a natureza como seu quintal, como um gerador infinito de recursos. O raciocínio é o de que Deus, nosso chapa, não vai deixar a gente passando fome, vai continuar abastecendo o planeta de coisas vivas para a gente destruir. Daí quando o mundo virar uma pilha de bosta vão todos dizer que a culpa foi daqueles infiéis que viviam no pecado, ignorando A Palavra. Escreve aí.


:: Escrito por Cristiano Dias, dia 2 Nov 2006, 19:47, em Ciência.

12 Comentários

  1. dawalibi

    Um dia nosso sol se tornará uma supernova e fritará a terra. Esse é o ciclo de vida das estrelas. Isso acontecerá daqui a bilhões de anos, mas ocorrerá. Então estamos aqui só de passagem (isso não é força de expressão). Nossa espécie não durará para sempre. Como bons inquilinos, deveríamos deixar esse imóvel em ordem. Mas fazemos justamente o contrário.

  2. Serginho

    Como costumo dizer: O homem é o unico animal do planeta. Só ele adapta o meio ambiente a sua vontade.

  3. Fernanda

    Façamos nossa parte!
    Paremos de comer sushi!

    Brincadeiras a parte, é incrível como uma racinha que habita a terra firme e só tenha se aventurado no mar de fato há uns 600 anos e apenas a uns 200 tenha começado a explora-lo – consiga fazer tanto estrago.

  4. Thiago Machado

    O ser humano (conto eu e você também) destrói a natureza ou é condescendente com a informação por ter outras coisas a se preocupar, não estou dando desculpas e sim afirmando que criamos tantas coisas a nossa volta que problemas antigos deixaram de existir para ganharmos 4 a longo prazo (que efetivamente são os piores).

    Seria utopia querer um mundo melhor, mas podemos caminhar para que a natureza dure mais tempo, basta uma comoção mundial por isso, mas se não conseguimos acabar com a fome de um pais, como querer evitar nossa propria destruição ?

    Tenho minhas crenças e nelas dizem que não somos deste mundo (ahaha tb nao quer dizer q somos alieniegenas ahaha) e um dia não viveremos mais nele também. Mas por enquanto façamos o que pudermos fazer e vamos tentar nos informar, realmente depende de nós, mas nem sempre o vizinho irá cooperar, portanto faça sua parte e incentive a fazer o mesmo.

    apenas isso

  5. Clube de Líderes Online » Até logo e obrigado pelos peixes

    […] Alterado, adaptado baseado do original em: Cris Dias – Até logo e obrigado pelos peixes […]

  6. Thiago

    Acho que sou um otimista. Sempre há uma regulação natural das coisas.

    Vai faltar comida, ok, pessoas morrerão de fome, sinto muito. Seleção natural

    Controle de natalidade? AH, eu esqueci, é pecado ¬¬

  7. Vladimir Cezar

    Only When the last tree has died and the last river has been poisoned and the last fish has been caught you will realize that you cannot eat money – Cree Indian Prophecy

  8. MaGioZal

    Acho que o que há mesmo é uma (não-) ideologia do “foda-se, o que eu quero é ganhar o meu dinheiro e o resto que vá para o inferno, afinal de contas no futuro estarei morto e eu quero cheirar minha cocaína e beber meu champanhe hoje” na cabeça de muitos dos donos do capital neste mundo ultra-capitalista de hoje. Bom, e nem vou começar a fazer aqui analogia com a indústria do combstível fóssil, porque acho que nem é necessário…

  9. Dudu

    Vale o alerta, mas eu acho que o homem não entende o suficiente a natureza para fazer previsões desse tipo. E aí vale inclusive o que disse o Thiago.

  10. Paulo

    Quero deixar duas dicas de documentários. Um brasileiro e outro americano, pra quem ainda não viu:
    A Carne é Fraca: http://www.youtube.com/watch?v=2YhTfrHXyfU
    Earthlings: http://www.youtube.com/watch?v=VQHVCzHM-4k

  11. Levy

    Olá Cris,

    seu último parágrafo parece sugerir que os únicos a inventar uma desculpa serão aqueles com uma fé em Deus. Discordo. Tendo ou fé ou não, muitos irão inventar desculpas. Se por um lado alguns religiosos não se preocupam porque “Deus vai cuidar de tudo”, outros que são ateus também não se preocupam com o futuro porque somente querem viver o dia de hoje (vide os tempos antes de Noé e a Arca, “comamos e bebamos porque amanhã morreremos”).

    Isto não é uma questão entre fé ou falta de fé. Entretanto, aqueles que realmente buscam Deus e Sua Palavra, terão mais do que motivos para entender que o mundo não deve ser maltratado como é hoje. Deus no livro de Gênesis ordenou ao homem para dominar o mundo, animais e o verde (Livro de Gênesis capitulo 1, verso 28), mas esse mesmo Deus também ordenou ao povo judeu o ano do jubileu: a cada 7 anos a terra descansaria (Livro de Levítico capitulo 25).

    Deve-se ter uma visão equilibrada das coisas: Deus criou o mundo para ser habitado (e por isso ele é bom), mas também lembrar que esse mesmo Deus é zeloso por sua criação (e por isso ele também pode irar-se). Se Deus fosse só bondade, os criminosos nunca seriam punidos. Se fosse só ira, nós nunca teríamos a chance de ver um lindo dia de sol neste mundo.

    Abraço!

  12. Evilasio

    Será que vamos viver em cidades cobertas, como as de filme, sem acesso ao mundo real? Acho que no futuro vamos todos nos alimentar com aquelas comidas de astronauta, ou pílulas que colocamos dentro do microondas e crescem enormes e apetitosas comidas… :D

© 2000-2014 Cristiano Dias. Alguns direitos reservados. Só alguns, não se preocupe.
Based on a tbeseda & 5ThirtyOne design. doismidela primeraza
RSS