Blog anti-Lula tirado do ar?

Levantaram a bola aqui nos comentários de que o blog anti-Lula foi tirado do ar sob ordem judicial do PT. Se levantaram, eu corto.

Antes de mais nada quero dizer que poucas são as pessoas ou organizações pelas quais eu botaria a mão no fogo. E o PT não é uma delas. Os donos do tal blog muito menos. Eu recebo spam do Zé Dirceu, do PT, e nem por isso saio por aí dizendo “ai que lindo, o e-mail usado como arma dos trabalhadores”. Eu mando e-mail mal-educado de volta mesmo.

Mas que é estranho “mandarem tirar do ar” um blog 48 horas antes da eleição, isso é. Aliás olhei os blogs “envolvidos” e não há cópia da tal ordem judicial. Eu, daqui do Canadá, posso muito bem mandar um e-mail falso pro cara dizendo “Ei, tira esse site do ar senão eu te processo.” Se ele sai gritando “censura! censura!” a culpa não é do PT. Muito site nos EUA (a tal Terra da Liberdade) já foi ameaçado de ser tirado do ar. A primeira coisa que os donos do site fazem é colocar uma cópia da notificação no ar, até para que advogados interessados possam dar sua opinião.

Mas, tudo bem… E se foi o PT mesmo que mandou tirar do ar? Está errado. Democracia é isso, é poder falar o que quiser do outro, desde que não se fale mentira nem se contrate ex-namorada para dizer que o candidato adversário mandou ela fazer aborto. Essa tal de liberdade de expressão no Brasil ainda é bem turva, mas está melhorando. Se o PT realmente mandou tirar o blog do ar temos que cair de pau em cima e mostrar que não é assim que a coisa funciona. Liberdade é para todos os lado. Mas a Rosinha Garotinha tentou tirar do ar o Fora Rosinha e não conseguiu, justamente por que o blog não falava nenhuma mentira, era só uma “propaganda” pedindo para as pessoas votarem em outro candidato qualquer.

A tacada final da campanha anti-Lula (em geral, não só do tal blog que, por motivos óbvios, eu nem lia) é dizer que “o Lula é comunista e se eleito vai transformar o Brasil em uma nova Cuba”. Em primeiro lugar, amigo, você já derrubou um presidente uns 10 anos atrás, mesmo com ele esperneando horrores. Em segundo lugar, e o mais importante, olha para o mundo à sua volta, com direito à capa-terrorista da Veja e tudo.

Eu moro em um país comandado por um governo socialista. Um país capitalista com um governo socialista, coisa bem diferente de um país totalmente comunista (mesmo que a sua professora de geografia da época da ditadura tenha dito que é tudo a mesma coisa). O Canadá é, na minha pobre e humilde opinião, o país mais socialista do mundo. Mesmo colados e dependentes do maior país capitalista do mundo vamos muito bem, obrigado. (ou melhor: eles vão muito bem, obrigado, eu imigrante fico quieto no meu canto) Aqui a saúde (coisa que o Serra entende) é de graça. 100% de graça. Vai no médico, qualquer médico, mostra sua carteirinha do “SUS” e pronto. Precisa de cirurgia? Marca, aparece no hospital e depois vai embora. Há problemas? Há, claro, o principal deles o baixo salário dos profissionais que preferem ganhar o triplo do salário ao sul da fronteira, mas capitalismo é isso aí.

Várias outras coisas são “sociais” aqui. Até o seguro do automóvel é controlado pelo Estado. O que aí é “seguro obrigatório” aqui é tudo que você precisa. Não há pedágio. Escola é grátis até o fim do ensino médio. O transporte coletivo é pago, mas controlado pelo governo. Assim não há “máfia dos ônibus” que só servem as áreas que lhe interessam. A lista é maior, mas esse é o lado imediato do socialismo daqui, a “estatização dos serviços essenciais” que tanto se fala por aí. No dia-a-dia do governo o socialismo é pensar primeiro “o que é melhor para o povo e para a economia do meu país?” ao invés de pensar “o que eu ganho com isso?” ou “será que os bancos internacionais vão gostar dessa medida?”.

Há problemas? Claro, o paraíso não existe. Reclama-se que o governo disperdiça dinheiro, que alguns “governadores” (o nome oficial é primeiro-ministro-da-província) favorecem amigos, coisas do ser humano ganancioso. Mas você paga imposto e vê seu dinheiro sendo usado. E no fim do mês tem orgulho de ter nascido naquele país. Ou, no meu caso, fica sonhando em um dia o seu país ser igualzinho. Todo mundo que está longe vê o Canadá como o quintal dos EUA (para o bem e para o mal) mas isso está bem longe da verdade. A cada dia o país está batendo de frente com o vizinho, para assegurar seus direitos e sua identidade.

Tudo isso para dizer que socialismo não é sinônimo de totalitarismo e “ditadura”. O Brasil ainda é um país democrático e livre e vai continuar sendo assim por muito tempo. Eu só acho que chega de ficarmos de quatro para os interesses dos outros, está na hora de olhar mais para dentro e ver o que é bom para o país em primeiro lugar e para os “clientes e parceiros” depois. É assim que os outros países do mundo fazem.

Para fechar, um papo que não tem nada a ver com mandou-não-mandou-fechar-blog. A bola levantada pelo Lavi no início da semana.

Por que os nossos sérios problemas são causados por conjunturas internacionais e os acertos são fruto exclusivo da capacidade de nosso rei FFHHCC?

16 thoughts on “Blog anti-Lula tirado do ar?

  1. A situação do Canadá é semelhante à da França em uma série de aspectos, e isso não a impediu de desenvolver algumas das maiores empresas do mundo, como a L’Oreal ou a Coflexip, em suas respectivas áreas.

  2. eu acredito em socialismo, como é feito na europa e no canadá. e acho que o Lula é uma opção viável pra isso. confesso que não entendo quem acha que, procurando o poder através de eleições e não de uma revolução, poderia ser outra coisa.

  3. Cris, só uma ressalva: Quem tirou o Collor foram as organizações Globo e o restante da mídia, eles elegeram o Collor e quando ele não quis dividir o bolo ele foi derrubado, o povo foi o manipulado necessário para fazer valer a vontade do manipulador.
    Pode procurar os cara-pintadas de ontem, foram nas passeatas para beber, matar aula e catar mulher.

    No mais concordo com você, não votarei no Lula porém a manipulação para transformá-lo em terrorista é lamentável, esse homem tem ótimas idéias para o Brasil, preferia ele num cargo legislativo e já que a vitória parece iminente torço para que ele seja um ótimo governante fazendo reformas sociais no congresso, e não através de MPs perecíveis.

  4. Claro que no caso Collor houve o interesses de setores econômicos em sua derrubada, como por exemplo o da indústria automobilística, que ficou inconformada em ter perdido uma reserva de mercado de 15 anos.

    Mas acho que reduzir o movimento dos jovens da época a uma reles “farra” manipulada ao meu ver é uma subestimação.

    Eu vivi essa época no meu tempo de colegial, e posso dizer que muitos queriam matar aula nas passeatas sim, mas muitos, eu diria praticamente todos, estavam igualmente querendo demonstrar sua indignação com o que estava acontecendo com o país.

  5. Falou tudo! E soh faltou uma coisinha: o povo criticando artistas por apoiarem politicos, ex: Regina Duarte. Agora me digam: cade a liberdade de expressao? Sera que ela nao tem o direito a apoiar quem ela bem entender? Ou merece ser linchada pela midia e pelos pro-Lula? E olha que eu nao sou nem Lula nem Serra, acho ambos pessimas opcoes, e infelizmente estou vendo nosso pais afundar cada vez mais como um titanic de proporcoes colossais… Mas liberdade de expressao eh um direito garantido e ninguem deveria estar atacando quem o exerce.

  6. Spacey, a liberdade de expressão está aí mesmo: ela falou o que quis e ouviu o que não quis. Ou liberdade de expressão é ela dizer o que quer e todo mundo ter que concordar?

  7. Nao, nada haver ela falar o que quiser e ninguem poder discordar… Alias, eu nem falei nada sobre ela falar o que quiser e o povo ter que concordar. O que eu falei eh que ela se manifestou a favor de um candidadto, neste caso foi o Serra, e o povo se revoltou, tenho visto blogs fazendo de tudo com a imagem da atriz e uns ate pedindo linchamento mesmo. O que eu comentei foi o seguinte: Por que ela, como uma pessoa publica, nao pode chegar e apoiar abertamente o candidato dela? Sera que todos sao obrigados a ser Lula??? Se for assim, cade a democracia? E olha que nao sou pro-Serra, nao. Eu acho certo ela chegar e falar o que quer e estar preparada para escutar o que nao quiser tambem, mas atacarem a mulher so porque ela optou pelo Serra ao inves do Lula, nao tem nada haver. E um pouco extremada a atitude de certos sites e blogs, sim… Infelizmente!

  8. Spacey, declarar voto todo mundo faz. A Patrícia Pilar namora o Ciro e ninguém critica. O que a Regina fez foi um pouco mais do que isso. Foi espalhar o medo, causar um “terrorismo psicológico” na população, tática que é sempre usada contra o Lula em eleição.

    As palavras dela foram “eu tenho medo”. Isso é o que eu acho que não pode.

  9. O pior de tudo é que a manifestação de Regina Duarte não era um simples manifestação da atriz, era na verdade uma ação dentro do plano de marketing do Nizan Guanaes para reverter o quadro das pesquisas.

    Aliás, vale lembrar que o cabo eleitoral de Serra mais deslavado neste segundo turno foi a Editora Abril, que fez das capas das revistas EXAME e VEJA desta semana veículos para a propaganda do medo.

    Mas pelo jeito, não deu muito certo não…;-)

  10. Hehehehe, Marcelus…
    Deu Lula-la! Eu nem tava sabendo dessa campanha terrorista da Regina Duarte, nao… Infelizmente, eu aqui no Tennessee, nao tenho Globo Internacional, soh fico sabendo das coisas pela internet e quando a parentada me liga!
    Mas se ela fez isso, dai entao… Merece escutar o que nao quer mesmo!

  11. Sou um dos criadores do Blog Anti-Lula e tomei conhecimento do seu artigo somente hoje. Antes de mais nada, o endereço correto do Blog é http://antilula.blogspot.com e ele foi ameaçado judicialmente. Recebemos 3 ligações de pessoas de extrema confiança dizendo que o PT entrou com uma representação no GRADI (Grupo de Repressão a atos de difamação e intolerância). Nos deram a seguinte opção: Retirem o site do ar ou aguentem uma tremenda dor de cabeça e dinheiro gasto com advogados. Falamos com diversos advogados e todos nos disseram que ganhariamos a causa, porem, preferimos evitar transtornos e prejuizos pessoais e retiramos o site do ar. Um dos criadores do Blog criou outro no endereço http://lulaemcuba.blogspot.com
    Vale lembrar que o Blog Anti-Lula era mero reprodutor de artigos de jornais, sites e revistas e caso fossemos processados as midias que publicaram tais textos tmb deveriam ser processados, certo?
    Liberdade de Expressão é um direito indiscutivel de todo e qualquer cidadão e uma prova disso eram os links de comentarios que colocamos no site para que todos os visitantes pudessem debater. Nestes links haviam comentarios excelentes e muitas ofensas e, nem por isso, processamos quem nos ofendeu, apenas por uma questão de liberdade e para mostrar a todos como pessoas sem argumentos costumam se defender.

  12. Marcelo, acho que você peca numa coisa que é se relevante importancia, se não era farra, se não era arruaça, se queriam realmente mostrar a indignação com os fatos da época, por onde anda essa indignação agora?

    O que foi feito a respeito dos anões, dos mensaleiros, dos cuequistas, das ONG fajutas?

    Cadê a indignação? Foi sim massa de manobra, fecharam as tetas de uns e outros e era conveniente que se mantivesse o status quo “, tanto é que não se ouve a Globo falar mais nada desta canalha que está no poder, depois do empréstimo bilionário consedido a juros ridículos se comparados aos praticados com os simples mortais, para a Globo, SBT, e outras.

    É a compra do silencio, o preço da conivencia, a vergonha enrustida.

    Foi sim uma grande palhaçada, e batem no peito dizendo “derrubei um presidente”; pobres otários

Comments are closed.